“Hello” a nova rede social do criador do Orkut

Você já conhece a HELLO? Confira como ficou a nova rede social feita pelo criador do nosso querido Orkut.

POR: Emerson Nunes | ATUALIZADO EM




hello-orkut-990x495

 

A Hello foi lançada na última quarta-feira (22) e já despertou grande interesse e até apelo emocional dos brasileiros. Criada por Orkut Buyukkokten, idealizador do finado Orkut.com, a nova rede social para Android e iPhone (iOS) promete ser um novo lugar para “amizades verdadeiramente profundas” e criar um espaço onde o “medo e ódio não têm lugar”.

Hello pede informações do usuário para criação do perfil (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello pede informações do usuário para criação do perfil (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

 

Configurando o perfil

Passado a etapa de fornecer e-mail, senha e código, o usuário fará uma configuração de perfil mais longa do que o normal. Prepare-se. A Hello perguntará nome, gênero, data de nascimento, local, status de relacionamento e tentará achar amigos na rede social. Ao fim, é hora de configurar a seção “Personas”, um dos grandes diferenciais da rede social que lembram as comunidades.

 

Personas: um ponto central da Hello

As Personas funcionam como áreas de interesse com as que o usuário mais se identifica. Ao todo são mais de 100, que incluem itens como fã de anime, atleta, geek, amante de cerveja, dono de gato, gay, gamer, engenheiro, ligado em tecnologia, entre outros. É possível escolher até cinco, que podem ser editados posteriormente dentro desse limite de opções inicial.

 

Hello usa personas para identificar gostos do usuário (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello usa personas para identificar gostos do usuário (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

 

Ao criar uma conta na Hello, é muito importante escolher bem as Personas, já que isso vai influenciar bastante nas sua experiência. São elas que ajudam a encontrar novos amigos com base nos seus interesses, influenciam no que é exibido no seu feed (Folio) e funcionam como filtros de publicações no seu perfil e no perfil dos outros usuários. Ou seja, é a espinha dorsal da nova geração do Orkut.
Como funciona a rede social

A principal área da Hello é o “Folio”, que nada mais é do que um feed de publicações como o do Facebook. A principal diferença é a exibição de qualquer post relacionado às Personas que você escolheu, seja de amigos ou não. Cada post aparece com botões que indicam os tópicos nos quais se encaixam e o grau de proximidade do autor. É possível filtrar no topo da tela um folio específico para uma Persona.

 

Hello mostra publicações de acordo com as personas escolhidas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello mostra publicações de acordo com as personas escolhidas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Há duas formas de publicar na Hello: “Photo Jot”, para imagens, e “Text jot”, para conteúdo escrito sobre uma cor sólida. A aparência lembra uma mistura de Instagram, com fotos quadradas, e a primeira versão do Secret. Ao fim, é possível selecionar Personas do assunto, marcar amigos e ainda fazer post anônimos, algo que deve dar o que falar. aumente o alcance do post através do “Popularis”. As últimas opções custam moedas, revelando conteúdo pago.

 

Hello pode ter publicação por fotos ou textos com modo anônimo ou popular (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello pode ter publicação por fotos ou textos com modo anônimo ou popular (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Há duas formas formas de interação com os posts. A primeira são as convencionais curtidas, que podem ser na publicação ou no que os outros dizem. Já a segunda são os comentários, que também podem ser anônimos. A cada nova interação, uma barra é preenchida na parte de baixo da tela, gerando conquistas para aumentar o nível do seu perfil, que trataremos mais à frente. Não há opção de compartilhar a publicação de alguém, por enquanto.

 

Hello permite curtir e comentar publicações anonimamente (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello permite curtir e comentar publicações anonimamente (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

 

Assim como no Orkut e no Facebook, é possível adicionar amigos e enviar mensagens ao visitar perfis. Há também a opção de enviar expressões, como risada e piscada, e presentes. Por fim, quem não quiser adicionar alguém pode simplesmente seguir as publicações da pessoa ou curtir o perfil.

Outras funções interessantes

Quem visitou o seu perfil: Em uma rede social do criador do Orkut, não poderia faltar essa função, não é mesmo? A diferença é que a Hello exibe as pessoa que conferiram o seu perfil na central de notificações.

Potentials: Função que apresenta novas indivíduos ao usuário baseado nas suas Personas, localização e personalidade. É possível que a ferramenta demore um tempo até analisar o as suas preferências.

Hello Class: O Hello Class funciona como uma espécie de classificação do seu perfil com base na sua identidade. Para chegar à sua classe, é preciso responder um total de 60 perguntas indicando em quais níveis você concorda ou discorda de uma afirmação, por enquanto apenas em Inglês.

Níveis/Karma: Para incentivar os usuários a interagir mais, a Hello classifica o usuário de acordo com o seu nível. Você conquista experiência para subir de level através dos milestones, que são obtidos através de posts, curtidas, comentários, envio de presentes e logins diários no aplicativo. Ao alcançar um novo nível, o usuário ganha presentes, moedas e expressões.

Conclusão: nossas primeiras impressões

A Hello é uma rede social que traz elementos novos e interessantes, mas há uma má notícia para os brasileiros mais saudosistas: não há nenhuma semelhança com o Orkut além das visitas no perfil. Em vez disso, a rede combina diversas funções inspiradas em outros apps, mas com uma identidade própria.

Hello é uma rede social focada nos gostos dos usuários em forma de Personas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Hello é uma rede social focada nos gostos dos usuários em forma de Personas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

 

Como ponto positivo, destacam-se as Personas e a sua capacidade de reunir perfis e conteúdos próximos ao seu interesse, funcionando como tags. Por outro lado, a Hello ainda possui muitas funções que ainda não fazem sentido ou são dispensáveis, confundindo o usuário na hora de interagir com outros. Por fim, não há versão para navegador e nem é possível compartilhar vídeos, links ou qualquer outro conteúdo além de imagens dentro do aplicativo.

Justiça seja feita, a Hello Network tem apenas alguns meses de fundação e ainda está em “fase beta”. Mas tem potencial para ser uma rede social bastante divertida. Por enquanto, a promessa é de que o serviço seja disponibilizado no Brasil em agosto. Fica a torcida para que, até lá, sejam feitas muitas melhorias e novas funções sejam incluídas para chegar com tudo no Brasil.

Veja como é a interface da Hello:

 

Fonte: Techtudo


TAGS:


Formado em sistemas para internet, blogueiro, músico, aspirante a empresário, louco por futebol, filmes, séries e cervejas.

Veja também